Questões de Cálculo

As questões de cálculo oferecem um modo de criar questões numéricas individuais através do uso de curingas que são substituídos com valores individuais quando o questionário é preenchido.
Abaixo segue uma vista de uma parte da página principal de edição com alguns exemplos de entradas:

Questão:

Imagem para mostrar na tela:

Fórmula da Resposta Correta:

  

Tolerância:

±

Tipo de Tolerância:

Valôres Significativos:

Na entrada do texto da pergunta e em "Fórmula da Resposta Correta" {a} e {b} podem ser visualizados. Estes e qualquer outro {nome} podem ser utilizados como um curinga que é substituído por algum valor quando o questionário é preenchido. Também, a resposta correta é calculada quando o questionário é submetido utilizando-se a expressão em "Fórmula da Resposta Correta", que é calculada como uma expresão numérica depois da substituição dos curingas. Os valores possíveis de curingas são configurados ou gerados na página posterior no "assistente de edição" para questões de cálculo...

A fórmula exemplo utiliza o operador +. Outros operadores aceitos são -*/ e % onde % é o operador módulo. Também é possível utilizar algumas funções matemáticas no estilo PHP. Dentre elas existem 24 funções de argumentos simples:
abs, acos, acosh, asin, asinh, atan, atanh, ceil, cos, cosh, deg2rad, exp, expm1, floor, log, log10, log1p, rad2deg, round, sin, sinh, sprt, tan, tanh
e duas funções de dois argumentos
atan2, pow
e as funções min e max que podem ter dois ou mais argumentos. Também é possível utilizar a função pi que não tem argumento mas não se deve esquecer do uso dos parêntesis - o uso correto é pi(). Similarmente a outra função deve ter seu(s) argumento(s) dentro de parêntesis. Um possível uso é, por exemplo, sin({a}) + cos({b}) * 2. Não será problema utilizar funções dentro de outras como cos(deg2rad({a} + 90)) etc.

Mais detalhes de como utilizar estas funções no estilo PHP podem ser encontrados na documentação no website PHP

Como nas questões numéricas é possível permitir uma margem dentro da qual todas as respostas são aceitas como corretas. O campo "Tolerância" é utilizado para isto. Contudo, existem diferentes tipos de tolerâncias. Estes são Relativa, Nominal e Geométrica. Se nós dissermos que a resposta correta dentro do tempo do questionário é calculada em 200 e a tolerância for configurada em 0,5 então os diferentes tipos de tolerância ficam da seguinte forma:

Relativa: Um intervalo de tolerância é calculado multiplicando-se a resposta correta por 0,5, isto é, neste caso conseguiremos 100 e assim para esta tolerância a resposta correta deve estar entre 100 e 300. (200 ± 100)
Isto é útil se a magnitude da resposta correta pode diferenciar largamente entre diferentes valores curingas.

Nominal: Este é o tipo de tolerância mais simples mas não muito poderoso. A resposta correta deve estar entre 199,5 e 200,5 (200 ± 0,5)

Este tipo de tolerância pode ser útil se as diferenças entre diferentes respostas corretas forem pequenas.

Geométrica: O limite superior do intervalo de tolerância é calculado com 200 + 0,5*200 e é o mesmo para o caso de tolerância relativa. O limite inferior é calculado como 200/(1 + 0,5). A resposta correta deve estar então entre 133,33 e 300.
Isto é útil para cálculos complexos que devem ter grandes tolerâncias onde as tolerâncias relativas de 1 ou mais seriam utilizadas para o limite superior mas claramente não aceitáveis para o limite inferior porque o zero seria transformado na resposta correta para todos os casos.

O campo Valôres Significativos diz respeito a como a resposta correta deve ser apresentada na revisão ou nos relatórios. Exemplos: se estiver configurado com 3 então a resposta correta 13,333 seria apresentada como 13,3; 1236 seria apresentado como 1240; 23 seria apresentado como 23,0 etc.

O campo de feedback e os campos de unidades opcionais funcionam exatamente como nas questões numéricas.

Índice de todos os textos de ajuda
Mostrar esta ajuda no idioma: English



Designed By MoodleThemes

|